a-reinvencao-do-digital

Por Cristovão Wanderley

Vamos embarcar em uma viagem imaginária? Você chama um táxi pelo aplicativo e chega um carro autônomo. Ele é movido a energia. Se quiser sonhar um pouco mais alto, assim que encontrar um congestionamento ele aciona um dispositivo de drone e sobrevoa a rua. Chegou ao seu destino? Pode pedir para a assistente virtual do seu celular agendar uma reunião, uma consulta médica ou um jantar no seu restaurante. Ela vai conversar com outro robô e talvez tudo funcione ainda melhor do que o combinado entre pessoas.

Na verdade tudo isso já é uma possibilidade concreta, embora ainda não acessível para todos. Importante é saber que caminhamos para um mundo onde o que agora chamamos de futuro digital será a realidade de todos os dias. De empresas e de pessoas. Entre um e outro temos o marketing, conectando aspirações com ofertas, demandas com entregas. Um movimento acelerado que já observamos nos mercados mais desenvolvidos e que se revela cada dia mais presente na nossa realidade atual.

Você nem precisa ir muito longe para comprovar o quanto já estamos vivendo nesse futuro digital. Aplicativos resolvem tudo, desde as suas operações bancárias, até a entrega do lanche na hora da fome. Resolvem questões de mobilidade, geolocalização, viagens, locação de imóveis e encontram até quem cuida do seu cão enquanto você se diverte.

“It is one of the great ironies of the immense potential of digital technology that we are no longer dealing with just a question of technology – 60% of global GDP is expected to be digitized by 2022 and there is increasingly little distinction between the digital economy and the ‘real’ economy, between digital society and ‘real’ society. As a result, we must address larger issues that are forcing their way onto the global agenda.” WeForum

Restam poucos mercados onde o futuro digital ainda não chegou com soluções inovadoras, acessíveis e muito mais ágeis do que as empresas tradicionais conseguem entregar. Elas vivem um embate permanente para adotar a transformação digital, enquanto ainda operam com as estruturas rígidas do passado. Novos negócios impactam os mercados com inovações disruptivas, baseadas em interações conectadas com cada cliente. Ganham mercados, conquistam usuários, oferecem experiências altamente positivas, respostas ágeis e para sempre mudam as expectativas das pessoas.

Se o futuro é digital, o marketing é o que mesmo?

A complexidade da mudança é tão grande que ela acontece em ritmo, escala e natureza diversos em diferentes mercados e setores. Mas acontece em uma velocidade mais acelerada do que muitas empresas de todos os portes conseguem acompanhar.

Essa dificuldade se aplica aos negócios, gestão, profissionais habilitados a lidar com o novo contexto tecnológico e digital e, claro, se estende às ações de marketing e vendas. Aqui vemos novos meios, recursos de tecnologia, plataformas e oportunidades surgirem o tempo todo. Ao mesmo tempo, os clientes e consumidores ganham voz e poder e mais oportunidades para agir coletivamente.

Como consequência desse poder e também das experiências oferecidas pelas empresas que estão na ponta do futuro digital, as expectativas agora são mais altas. Tudo isso representa imensos desafios para as empresas, muitas ainda tentando superar suas próprias limitações e alcançar os novos patamares apontados pelas tecnologias emergentes.

Nesse contexto, que muitas vezes parece areia movediça, vivemos nós, os profissionais de marketing digital, atentos às novas e imediatas demandas das pessoas. Consumidores conectados com seus smartphones onde pesquisam tudo e conversam sobre tudo nas redes sociais, inclusive sobre marcas.

Participar dessa conversa não é mais opcional, porque ela vai acontecer e é melhor fazer parte da roda do que fazer de conta que ela não existe. Atitude impensável, embora ainda adotada por quem se nega a entender as novas relações baseadas em conexões e conversas digitais.

As novas demandas são verdadeiramente complexas, exigem estratégia e parceiros especializados, equipes preparadas e recursos de tecnologia avançados. Tudo que as empresas precisam para oferecer experiências significativas e personalizadas. Como sempre acontece, quem entender esse novo fluxo de relacionamento das marcas com os clientes sairá na frente.

Quando tomamos alguma distância de qualquer problema a visão se torna bem mais abrangente. Enquanto você pensa que está sendo atropelado pela tecnologia, com todas as mudanças aceleradas que elas impõem, tudo parece ruir aos seus pés. Mas quando você observa o todo é possível enxergar um equilíbrio de forças, onde os mesmos recursos que abalam tudo também trazem possibilidades antes impensáveis de estabelecer relações mais sólidas e duradouras com os clientes.

Sabe aquele drone do futuro que você imaginou no começo desse artigo? Pense que você pode voar mais longe e mais alto e embarcar de vez nessa viagem digital. Quer saber como? Na Stratlab somos especialistas em inteligência estratégica e marketing digital para empresas B2B. Já sentimos na pele o quanto de aprendizado existe nos novos processos de marketing e vendas, mas também já experimentamos os resultados positivos que indicam a direção a seguir. Nós podemos compartilhar conhecimento e experiência com sua equipe e apoiar essa transição onde somos todos passageiros do futuro.  Fale com a gente.

Envie seu comentário