Pare de rasgar dinheiro! Invista certo e fortaleça sua campanha nas redes sociais

Por: Fernanda Nascimento

Sem rodeios: você pode estar apenas dando dinheiro para o Facebook e para o LinkedIn. Se você não tem uma gestão estratégica e seus anúncios só falam com quem não tem a menor possibilidade de fazer negócios com você, sua empresa não está anunciando, está gastando.

Há alguns anos até era mais simples, mas em pleno 2017, com todas as empresas do universo (e mais algumas) nas redes sociais, as formas de investir em anúncios se multiplicaram. E, consequentemente, as estratégias de marketing para atingir o resultado desejado precisam ser extremamente detalhistas.

Saber como impulsionar uma publicação no Facebook ou no LinkedIn é importante, mas é muito mais importante definir uma estratégia que dá sustentação para todo o trabalho de formação da marca. Com a lição de casa bem feita, o investimento em anúncios tende a ser menor. E os resultados, em contrapartida, tendem a crescer.

Abaixo listo alguns passos que considero fundamentais para anunciar melhor e fortalecer suas campanhas nas redes sociais.

Passo 1: saber o que sua empresa quer falar

Não adianta saber todos os caminhos para impulsionar uma publicação no Facebook se a sua empresa não tem claro o que publicar. É uma parte do trabalho que não está totalmente ligada ao ato de fazer um anúncio, entendo isso. Mas entenda também que se o seu conteúdo não interessa a ninguém, saber de cor todas as técnicas para anunciar não será muito útil, concorda? Então, como já falamos muitas vezes: tudo começa lá atrás no planejamento e definição das estratégias de marketing.

Passo 2: saber com quem você quer falar

É, a gente sempre volta na mesma história: você precisa saber quem é o seu público. Seu conteúdo (e seu produto ou serviço, claro!) precisam estar voltados para essas pessoas. Mas é mais do que “apenas” isso.

Como vamos ver melhor no passo 5, saber qual o perfil das pessoas com quem você quer falar é absolutamente fundamental para “colocar um dinheirinho” no seu post ou na sua página.

Passo 3: saber qual a verba disponível para o investimento

Se todas as empresas tivessem dinheiro sobrando era fácil: coloca dinheiro para atingir todas as pessoas do Facebook e dessa quantidade vai sobrar o que interessa à sua empresa. Mas a gente sabe que não é assim que funciona.

Calcule, entenda as finanças e saiba quanto sua empresa está disposta a investir. Como investimento, não imagine apenas o valor pago aos veiculadores do anúncio (LinkedIn, Instagram, Facebook…), mas considere o planejamento e a gestão desta publicidade.

Passo 4: hora de traçar a estratégia

Vou contar um caso que aconteceu comigo, acho que vai ficar mais fácil pra entender  a importância da estratégia. Comecei um trabalho de marketing digital com um cliente que tinha mais de 15 mil seguidores no Facebook. É um bom número, em teoria. Quando começamos o trabalho, o engajamento com os conteúdos era baixíssimo. Baixíssimo mesmo. E tínhamos feito a lição de casa certinha, direcionando o conteúdo pro público definido.

Bom, corrigimos a rota, mexemos nos conteúdos e… nada! Engajamento ridículo. Fomos conversar com o cliente. Só nessa conversa entendemos que a maioria daquelas 15 mil pessoas que estavam na página não tinha nada a ver com o serviço prestado pelo cliente. Quando abriu a fanpage, ele investiu um dinheirão para trazer pessoas, mas sem nenhum direcionamento ou estratégia.

Resultado: deu dinheiro para o Facebook e não teve retorno nenhum nele.

O que nos leva ao quinto passo…

Passo 5: refine a busca pelo consumidor

Ah, essa é uma das maravilhas do marketing digital! Diferente de um anúncio na tv ou no jornal, nas redes sociais a gente consegue definir exatamente o público que vai receber a nossa publicidade. É claro que é preciso conhecimento e estudo aprofundado a respeito, mas depois que a gente se especializa… Preciso dizer que é uma das minhas partes favoritas deste trabalho. Lembra aquele público consumidor definido no passo 2? Conseguimos falar exatamente pra ele.

Passo 6: entender que testes são fundamentais

Especialmente quando estamos no início do trabalho é absolutamente normal que alguma coisa não funcione. Como sempre falo, não existe fórmula mágica. Então o que precisa é arregaçar as mangas e colocar os neurônios para utilizarem todo o conhecimento adquirido.

A análise dos dados precisa ser constante. Afinal, quanto antes a rota for ajustada, mais rapidamente o caminho certo será encontrado.

Passo 7: só o número não significa muito

Lembra daquele cliente com mais de 15 mil seguidores e que não tinha resultados? Pois é, muito mais importante do que números, estamos lidando com pessoas. E o que vale mesmo no marketing digital é engajar, encantar e transformar essas pessoas em consumidores.

Já tive casos, aqui no LinkedIn, em que o impulsionamento atingia um público extremamente seleto. O investimento não era tão alto, mas graças a uma estratégia minuciosa conseguimos atingir exatamente as pessoas que o cliente desejava. Resultado: todo mundo feliz.

Trabalho pasteurizado é igual para todos os clientes… Como dá pra perceber, felizmente não é assim que o marketing funciona. E por isso mesmo é tão apaixonante!

Envie seu comentário